Blog

SANTO INÁCIO MICROFUSÃO

Publicado: 02 de Junho de 2020

A empresa Santo Inácio Microfusão, SIM, surgiu do conhecimento técnico do engenheiro metalúrgico experiente no ramo Luiz Carlos Sgarioni e da perseverança de seus antigos sócios Rosana e Tito Tocchetto, além da dedicação de seus sucessores. Localizada em Flores da Cunha, RS, conta com microfusão, usinagem de precisão e laboratório de qualidade internos. Com altos in- vestimentos anuais, vem se destacando no mercado pelo seu comprometimento com a qualidade de seus produtos. O processo de microfusão (fundição de precisão), também conhecido como investment casting, ou fundição de cera perdida, é um processo de alta tecnologia, com o intuito de fabricar componentes próximos de sua forma final, com precisão e excelente acabamento superficial, em uma vasta possibilidade de materiais (ferrosos). Tudo inicia através da injeção de cera nos moldes/matrizes fornecidos pelo cliente, onde a peça em cera terá os mesmos di- mensionais do que a peça em aço e montado em cachos. Após, segue para o revestimento, onde a casca cerâmica protege o molde. A cera sai no processo de deceragem e o molde é fundido. A Santo Inácio também conta com usinagem, tornos e centros CNCs onde oferece para o cliente a peça finalizada.

O processo de microfusão ainda é pouco conhecido no ramo metalúrgico, porém pode diminuir custos e operações, muitas vezes eliminando ou simplificando a usinagem e solda. Tem como vantagem para peças altamente complexas, estreita tolerância dimensional, controle mais preciso das propriedades mecânicas. Conta com engenharia ativa, que auxilia o cliente na troca de processos e adaptação para o processo de micofusão, com tecnologia, softwares, e prototipagem, sempre visando na redução do custo para o cliente. A área de vendas foi estruturada para focar na busca de clientes que não conhecem o processo e podem se beneficiar. Devido a complexidade, no Brasil, há menos de 30 microfusões. Atuam fornecendo peças, principalmente, para o ramo automotivo (inclusive montadoras de leves e pesados), agrícola, alimentício, construção civil, farmacêutico. Atu- almente, possui capacidade para peças até 50 kg e capacidade instalada para o fornecimento de 62 toneladas. Embora 2016 tenha sido um ano complicado para todas as indústrias do país, a Santo Inácio focou no crescimento sustentável e em seus produtos próprios e obteve resultados superiores ao planejamento estratégico. Inclusive adquiriu os equipamentos de outra microfusão que foi desati- vada devido à crise e, com isso, dobrou sua capaci- dade produtiva. A Santo Inacio Microfusão possui equipamentos de última geração, como o espec- trômetro capaz de medir inclusive ligas especiais, sendo um dos únicos no país com esta tecnologia, o que proporciona atender com excelência o mercado interno e externo. No labortório de qualidade também conta metrologia completa.

A empresa conta com 35 funcionários em três tur- nos ativos. O principal segredo da microfusão é o corpo técnico altamente experiente, com treinamentos internacionais, por isso investe constantemente em pessoas. Todos os supervisores possuem pelo menos 15 anos de atuação no seguimento de microfusão, e treinamentos são ofertados continuamente a todos. Em junho de 2017, foi conquistada a recertificação ISO 9001. A certificação ISO 9001 é o compromisso com a qualidade, garantia para o cliente que todos os processos de fabricação estão alinhados e seguem rigorosamente as normas técnicas específicas. A qualidade está na essência da empresa , prova disso foi a conquista da primeira certificação ISO 9001, após quatro meses de fundação da empresa em 2014. Atualmente, a empresa se prepara para obtenção da ISO/TS 16949, própria para o mercado automotivo.


Compartilhe: